Inteligência de mercado

Segurança de dados: mitos que os gestores precisam abandonar já

01/02/21 por Washington Fray

Deixe seu contato e acompanhe os Insights e as novidades do mundo da tecnologia e da transformação digital

Junto com as facilidades que as novas tecnologias trazem ao ambiente corporativo, vem a desconfiança dos gestores mais tradicionais em relação à segurança de dados.


Ao mesmo tempo em que muitas empresas evoluem para o ambiente digital, com operação baseada em nuvem, criam-se mitos que desencorajam muitos gestores.


Considerando companhias e indústrias que operam a partir de sistemas IOT (Internet of Things), com máquinas conectadas, a preocupação dos gestores aumenta.


Principalmente em relação aos ciberataques e hackers que, assim como os sistemas, evoluem suas ferramentas com o avanço da tecnologia.


Para que cada vez mais operações se atentem à necessidade de fortalecer a segurança digital, alguns aspectos de proteção dos dados precisam ser considerados.


Ou seja, os principais mitos que pairam sobre a gestão em diferentes companhias e segmentos, impactam diretamente na segurança de dados.


Para que os gestores tenham mais confiança ao tomar decisões estratégicas como esta, conheça agora os mitos mais comuns sobre segurança de dados.

Mitos sobre a segurança de dados

Senha forte garante a segurança da empresa

Infelizmente as senhas não têm a capacidade de impedir que hackers invadam sistemas de empresas, apesar de terem sua contribuição, obviamente.


Entretanto, as senhas criadas com caracteres diferenciados funcionam como a primeira barreira de dificuldade para os invasores cibernéticos.


Por outro lado, colaboradores insatisfeitos que tenham acesso às senhas podem prejudicar a operação a qualquer momento.


Por isso, os gestores devem entender que existem ameaças internas que trazem os mesmos perigos que os ataques hackers.


Ou seja, as senhas fortes fazem parte da base das boas práticas de segurança de dados, porém não garantem a segurança dos dados empresariais.

Empresas pequenas não precisam

Outro mito que os gestores carregam para dentro da operação garante que, em caso de pequenos negócios, os hackers não se interessam em atacar.


De acordo com a pesquisa Driving Cybersecurity Performance, feita pela ESI ThoughtLab em 19 países, 73% das empresas têm alguma chance de ter dados violados.


No caso das pequenas empresas, com segurança de dados mais frágil, os criminosos digitais invadem sistemas a partir de sua vulnerabilidade.

Impossível prevenir ataques digitais

Inevitavelmente os ataques cibernéticos a empresas de todos os portes e segmentos se aprimoraram, assim como os sistemas de segurança corporativos.


Porém, a ideia de que as companhias não podem prevenir as ações criminosas não procede, principalmente pelas ferramentas disponíveis no mercado.


Ou seja, as soluções tecnológicas passam por aperfeiçoamentos que permitem prevenir futuras tentativas de violação do sistema empresarial.


Quanto mais a gestão monitorar o ambiente digital interno e externo da companhia, menores os riscos de falhas no sistema de segurança de informações.

Segurança de dados em nuvem é vulnerável

Certamente este mito impacta fortemente os gestores em todos os segmentos quando o assunto envolve a segurança de dados da organização.


A falta de confiança em armazenar informações sigilosas e confidenciais fora de um ambiente físico muitas vezes bloqueia uma tomada de decisão estratégica.


Porém, os provedores de cloud funcionam a partir de camadas de proteção criadas para impedir vazamentos ou qualquer outro movimento sem autorização prévia.


Desta forma, a gestão de dados consegue reduzir consideravelmente possíveis ameaças de contaminação por malwares, por exemplo.


Você já conhecia todos estes mitos? Continue acompanhando nosso canal de conteúdos para mais informações como estas!


E se deseja enriquecer dados para buscar novos clientes ou monitorar a concorrência no mercado, conheça as soluções da Neoway!


Tags:

)