O futuro é integrado: por que as novas soluções conectadas às ferramentas de comunicação são tendência?

Fique por dentro de tudo que acontece na Viceri

Assine a nossa Newsletter

Ao enviar este formulário, declaro que li e aceito a Declaração de Privacidade da Viceri.

De tempos em tempos, surge uma nova “pergunta de um milhão de dólares” destinada aos líderes empresariais. Agora, temos como exemplo os questionamentos acerca dos modelos de trabalho que foram intensificados com o home office e a permanência de novas rotinas que passarão a ser o futuro do trabalho.

Enquanto uns tentam desvendar esse futuro próximo – considerando que todos estaremos vacinados contra à Covid-19, pelo menos com a primeira dose, até o fim deste ano, outros descobrem como melhorar o formato de trabalho e lucrar neste futuro ainda incerto.

Neste momento, permanecemos em home office e a condição de retomada será uma decisão estratégica de cada empresa, mas uma coisa é certa: as ferramentas que tornaram possível a comunicação entre colaboradores, fornecedores e clientes durante todos os dias dos últimos meses vão permanecer. Isso não há dúvidas.

Atualmente, é praticamente impossível que haja uma organização que não seja usuária assídua do Google Meet, Microsoft Teams ou Zoom e, no futuro, não será muito diferente. Afinal, tais ferramentas possibilitam e facilitam a comunicação entre todos os envolvidos num determinado trabalho ou projeto, mesmo que tenham quilômetros de distância entre esses profissionais, otimizando a produtividade e reduzindo os gastos destinados à locomoção.

Ou seja, não há como fugir destas plataformas, e acredito que também não há como competir. Então, como dar um passo à frente a partir dessas populares ferramentas de comunicação? Indo no discurso popular “se não pode ir contra, junte-se a elas”, estamos diante da oportunidade perfeita para desenvolver ferramentas integradas de comunicação – e, essa, senhoras e senhores, é a resposta de um milhão de dólares para “melhorar o formato de trabalho e lucrar”.

Imagine que é possível desenvolver ferramentas integradas às plataformas de comunicação que agilizam e dinamizam a relação entre diferentes envolvidos. Do gerenciamento de performance, garantindo o compartilhamento de KPIs em reuniões de indicadores, à possibilidade de atualizar dados dos colaboradores pela equipe de recursos humanos, são várias as facilidades de criação de soluções a partir da integração numa plataforma onde todos estão inseridos.

Não é apenas teoria. Há alguns meses, as empresas já estão desenvolvendo soluções integradas às ferramentas de comunicação Google Meet, Microsoft Teams e Zoom, e estas plataformas estão sendo escolhidas por permitirem tais conexões.

O futuro será integrado e as novas soluções devem se comportar desta forma. Agora, mais que nunca, as inovações precisam estar alinhadas às necessidades de cada empresa, e, principalmente, à sua rotina. Neste cenário, se sobressai a governança de integração, pois não basta criar algo inovador se essa tecnologia não está relacionada com as ferramentas destinadas à realização de atividades diárias de profissionais.

Considerando que agora a vantagem competitiva é criar uma arquitetura que permita junção às plataformas SaaS (Software as a Service), há um novo caminho para facilitar as rotinas tradicionais de trabalho aproveitando as conexões a partir das ferramentas de comunicação. É sobre evoluir a partir da colaboração por meio da comunicação aberta com canais que viraram parte do nosso dia a dia.

Washington Fray, diretor de marketing e vendas da Viceri, holding de Tecnologia da Informação especializada em desenvolvimento de software customizado, consultoria e produtos digitais.

Conteúdos Relacionados

Esta gostando do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on linkedin