Dia internacional das mulheres: setor de tecnologia é lugar para mulheres sim!

Fique por dentro de tudo que acontece na Viceri

Assine a nossa Newsletter

Ao enviar este formulário, declaro que li e aceito a Declaração de Privacidade da Viceri.

No dia internacional das mulheres cabe uma reflexão sobre a participação delas no mercado de TI em todo o planeta.

Certamente elas não são maioria neste segmento e este, por si só, já se mostra um grande desafio para as profissionais mulheres na área de Tecnologia da Informação.

Por exemplo, ao pensar em profissionais de referência neste setor em toda história, dificilmente lembraremos de um nome feminino, certo?

Para entender o motivo, basta analisarmos os resultados do estudo “Mulheres na TI: Atuação da mulher no mercado de trabalho formal brasileiro em Tecnologia da Informação.

Não à toa, a pesquisa feita pela Softex mostra que, entre 2007 e 2017, a participação feminina no mercado de trabalho de TI caiu de 24% para cerca de 20%.

Entretanto, neste mesmo período a quantidade de mulheres trabalhando nesta área praticamente dobrou, de 21.253 para 40.492.

O que puxa o índice para baixo é o aumento de 144% na quantidade de homens neste segmento, de 67.106 em 2007 para 163.685, dez anos depois.

Dia internacional das mulheres: representantes femininas na área de TI

No Brasil existem mulheres que se tornaram referência no mercado de Tecnologia da Informação, como Camila Achutti, fundadora do blog Mulheres na Computação.

Além disso, ela desenvolveu o projeto de consultoria Ponte 21 e a plataforma de ensino MasterTech, sempre com o objetivo de incluir mulheres nesta área.

Inclusive, de acordo com Camila, em 2017 a Master Tech registrou 61% de alunos do gênero feminino.

“Esses 61% de mulheres nos deixam super orgulhosos e eu não conseguiria dormir de noite se não tivéssemos esse número”, disse Camila Achutti em uma entrevista online.

Segundo ela, hoje o mercado percebe melhora no sentido qualitativo em relação às mulheres na área de tecnologia.

Na prática, o índice Reykjavik feito em 2019 pela Kantar mostrou o Brasil com pontuação 66 (de 100) em relação a percepções de igualdade de gênero em cargos de liderança.

Virtudes femininas para o mercado de tecnologia

Cada vez mais as mulheres recebem o reconhecimento de sua importância para o mercado de trabalho, com destaque para virtudes como: sensibilidade e capacidade de lidar com diferentes situações.

Mulheres na Tecnologia da Informação: como chegar mais longe

Certamente as características genuínas das mulheres estão cada vez mais recebendo sua devida importância   para funções na área de tecnologia.

Entre elas, podemos destacar a sensibilidade, a empatia e, a principal, multitarefas.

Para ficar mais claro, mostraremos como o gênero feminino influencia nas operações de empresas do setor de tecnologia.

Sensibilidade feminina

Certamente a sensibilidade das mulheres as torna profissionais com maior percepção sobre diferentes cenários dentro do dia a dia dos departamentos de TI.

Ou seja, para elas a decisão de priorizar tarefas, cumprir prazos de entrega, ou corrigir erros na operação, passa por um processo de avaliação com base em sua sensibilidade.

Além de agir com base na razão, elas têm maior entendimento sobre aspectos emocionais dentro de uma organização.

Empatia

Nesse sentido, as mulheres apresentam maior capacidade para lidar com diferentes comportamentos de profissionais dentro de uma organização.

A partir de características comuns às mulheres, como a empatia, elas conseguem melhorar o ambiente corporativo com comunicação eficaz entre os membros.

Principalmente porque no ambiente tecnológico das empresas, elas conseguem ouvir e ajudar os profissionais em seu processo de desenvolvimento.

Multitarefas

Certamente a mais emblemática característica das mulheres é o controle de diferentes tarefas ao mesmo tempo.

No mundo corporativo, principalmente na área de tecnologia, desempenhar diferentes funções funciona como uma vantagem competitiva para as mulheres.

Diferente dos homens, dentro ou fora do trabalho, somente elas têm esta habilidade e, neste mercado, os profissionais de liderança precisam de mais produtividade.

Dia Internacional das mulheres e Viceri: por mais igualdade nas empresas

Aproveitando a data que celebra o Dia Internacional das Mulheres, pensamos em formas de inspirar gestores a aplicar medidas que possam ajudar as mulheres em suas empresas.

Veja algumas medidas que ajudam a minimizar o preconceito de gênero na sua operação de tecnologia.

-> Conscientização da equipe: Além de falar sobre o Dia Internacional das Mulheres, precisamos adotar uma cultura organizacional.

-> Entrevistas:  A primeira medida para que sua empresa se torne mais engajada com esta causa começa com a lista de candidatos e candidatas. Procure estabelecer o mesmo número de entrevistas com candidatas e candidatos

-> Salário: Tenha em mente que  a remuneração dos cargos ocupados por mulheres devem  ser iguais à  de um profissional homem. Segundo um estudo do IBGE, entre 2012 e 2018, as mulheres ganharam, em média, 20,5% menos que seus os homens.

Ferramentas e sistemas de gestão em tecnologia

Ao assumir a liderança das empresas, essas profissionais buscam novas ferramentas que otimizem as tarefas básicas do seu dia a dia.

Desta forma, fica mais fácil manter o foco e a concentração em atividades estratégicas, desde que o sistema usado tenha eficiência.

Sistemas como a Viceri, por exemplo, contam com produtos e serviços para ajudar a sua empresa na sua revolução digital.

Nossa proposta é criar e aplicar a tecnologia para promover a transformação digital nas organizações e liberar o potencial humano em cada equipe.

Quer conhecer mais sobre a nossa plataforma? Fale com nossos especialistas agora mesmo!

Conteúdos Relacionados

Esta gostando do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on linkedin