Tecnologia

Inteligência Artificial: Por que essa tecnologia incrível deve estar no seu negócio?

19/12/19 por vpratte

Saiba tudo sobre a inteligência artificial e entenda as possibilidades dessa técnica para sua empresa

De manhã, você levanta da sua cama e pergunta para o assistente pessoal do smartphone se vai chover antes de escolher a roupa. Saindo de casa, liga o Spotify com a certeza de que ele lhe indicará apenas músicas do seu gosto.

Ao longo do seu dia de trabalho várias pesquisas no Google são realizadas e quando você chega em casa, a primeira coisa que faz é conferir as sugestões de séries da Netflix. Você pode não saber, mas todas essas atividades só são possíveis graças à inteligência artificial.

Além de inúmeras facilidades para o seu dia a dia, essa tecnologia também pode trazer inúmeras vantagens para sua empresa. Para você entender melhor como a Inteligência Artificial funciona e saber como aplicá-la no seu negócio, preparamos esse conteúdo especial sobre essa ferramenta.

O QUE É A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL?

Ao contrário do que é mostrado nos filmes e séries de ficção científica, a Inteligência Artificial, ou IA, não é (e nem vai se tornar) uma super máquina que tem o objetivo de destruir a humanidade.

Na verdade, esse termo se refere a um campo de estudos que busca criar sistemas de computadores inteligentes com autonomia para tomar decisões a partir, de análises de dados e algoritmos. Em geral, um sistema com IA resolve as questões práticas para as quais foi criado baseado nessa capacidade de "pensamento".

Apesar do debate sobre essa tecnologia ter aumentado muito nos últimos anos em função da internet, esse campo de estudos é muito mais antigo do que se pensa. A ideia que alguns objetos pudessem ter autonomia em suas tarefas foi descrita pela primeira vez na Grécia Antiga.

Entretanto, o grande responsável pelo desenvolvimento desse campo de estudos foi John McCarthy, professor da Universidade de Stanford, que utilizou o termo "inteligência artificial" pela primeira vez em 1955 em um estudo.

Com a evolução das técnicas de desenvolvimento de software, e principalmente a utilização de serviços na nuvem, a inteligência artificial vem se tornando cada vez mais comum no nosso cotidiano.

No caso de ferramentas como o Spotify e a Netflix, essa tecnologia é a responsável por monitorar a sua atividade dentro das plataformas e sugerir opções conforme os seus gostos.

COMO ELA FUNCIONA?

Em geral, os sistemas de inteligência artificial constroem essa capacidade de “pensamento” a partir da união de um algoritmo, que é um conjunto de regras programadas por software, e dos dados, que são as informações que a máquina precisa processar para resolver problemas, tomar decisões ou interpretar essas informações.

Nessa perspectiva, o campo da inteligência conta com diversas áreas de estudo. Algumas delas são:

Machine Learning
Essa técnica permite aos computadores aprender algumas regras por conta própria a partir dos dados. Em geral, esse processo acontece através da organização e categorização dos dados por semelhança, em um processo chamado de clusterização.

Deep Learning
O Deep Learning é um campo da Inteligência Artificial que utiliza Redes Neurais Artificiais, que na prática são várias camadas de processamento, para que a máquina aprenda a interpretar os dados. É recomendado quando existe um volume muito grande de informações para análise.

Processamento de linguagem natural
Área que busca desenvolver máquinas com capacidade de compreender a linguagem dos seres humanos. Embora em diferentes níveis de evolução, algumas aplicações dessa técnica são as traduções de um idioma humano para o outro, a transformação de voz em texto escrito e a compreensão complexa de textos em nível de contexto, sintaxe, semântica, etc.

COMO APLICÁ-LA AOS NEGÓCIOS?

A inteligência artificial está cada vez mais inserida no nosso cotidiano e muitas empresas perceberam as vantagens de adotar essa técnica nas suas operações. Confira algumas aplicações práticas dessa tecnologia que já estão modificando negócios e entenda porque ela deve ter um lugar na sua organização.

Definição de novos mercados
A partir da interpretação dos dados que estão disponíveis hoje, a Inteligência Artificial consegue prever como estará o mercado e quais públicos devem se interessar por um determinado produto no futuro. Com essa avaliação, é possível realizar planejamentos mais precisos para as áreas de desenvolvimento de produto, marketing, contabilidade, etc.

Chatbots
Os chatbots são máquinas programadas para realizar o primeiro atendimento ao seu cliente como se fossem pessoas reais. Além de ser uma experiência nova e diferenciada para o seu cliente, essas ferramentas liberam pessoal qualificado para tarefas que exigem mais das suas habilidades humanas e agilizam a tornam o atendimento muito mais rápido.

Eles podem executar desde tarefas mais simples, como o atendimento e processamento de pedidos online em lanchonetes até operações mais complexas. A empresa de seguros Lemonade, por exemplo, conta com um chatbot chamado Jim, que atende e analisa as notificações de sinistro em busca de indícios de fraude. Se não encontrar nenhum, a indenização é liberada em poucos minutos.

Marketing digital
No campo do marketing digital, há diversas aplicações possíveis para Inteligência Artificial. A partir de dados dos clientes ou do possível público para determinado produto, a IA pode segmentar essa base por interesses, atividades e avaliações em comum. Isso permite a criação de materiais de divulgação mais assertivos para cada segmento.

Além disso, a Inteligência Artificial monitora as pesquisa no Google, as interações nas redes sociais e toda a atividade online para entregar anúncios precisos de acordo com as necessidades do usuário.

Reconhecimento de imagens
A partir do reconhecimento de padrões ligados a características físicas das pessoas, a Inteligência Artificial consegue identificar quem ela é apenas a partir da sua imagem. Em algumas empresas, essa técnica já está sendo aplicada em sistemas de monitoramento de segurança para detectar rapidamente pessoas não autorizadas circulando no local.

Da mesma forma, é possível utilizar esses padrões para identificar objetos, o que abre ainda mais possibilidades. A Amazon Go, por exemplo, é uma rede de lojas de conveniência sem caixas nem filas, que utiliza câmeras e Inteligência Artificial para identificar quais produtos o consumidor escolheu a partir do reconhecimento de imagens. O pagamento é realizado diretamente a partir dos dados do cadastro do usuário.

Quer saber mais sobre a Inteligência Artificial? Confira o nosso webinar sobre o assunto e conheça muitas outras possibilidades de aplicação dessa tecnologia.


Tags: Tecnologia Inteligência Artificial