Casa de ferreiro, espeto de pau: os desafios da Transformação Digital na área de TI

por Marcel Pratte*

Ainda em 2018, de acordo com uma pesquisa entre CEOs e Executivos de Negócios Sênior realizada pelo Gartner, 30% dos entrevistados afirmavam que a escassez de talentos e de conhecimento técnico era o maior inibidor dos negócios digitais. Outra pesquisa do Gartner apontou que o Brasil e outros países como Rússia, Japão, Índia e Malásia são produtores e formadores de talentos em Tecnologia da Informação (TI), enquanto Estados Unidos, França e Inglaterra estão buscando talentos brasileiros. Ou seja, estamos formando mão de obra para outros mercados e as organizações do Brasil já estão sentindo esse movimento.

Para minimizar os impactos desse cenário, empresas têm investido fortemente em iniciativas para atrair e reter talentos. Entre as ações estão a melhoria no discurso de marketing através do employer branding, a ampliação de benefícios, os treinamentos e a capacitação interna, os investimentos em programas para estagiários, jovens aprendizes e hackatons, além da busca de parcerias com universidades e centros de ensino.

Todas essas iniciativas parecem apenas tampar o sol com a peneira, como diz o velho ditado, pois a demanda por serviços de TI aumentará nos próximos anos e o cenário de escassez aumentará na mesma proporção.

Olhando o famoso tripé pessoas, ferramentas e processos, o investimento no pilar “pessoas” é fundamental e deve continuar a ser realizado fortemente. Porém, poucas empresas estão olhando para o pilar “ferramentas”. Nesse sentido, é necessário aumentar a produtividade da TI através do uso intenso da Tecnologia e empregar a automatização e a robotização dos processos e atividades repetitivas. Ou seja, a própria área de TI, que ajuda as empresas a se transformarem através da tecnologia, deve realizar sua própria Transformação Digital. É o famoso ‘Casa de ferreiro, espeto de pau’.

Tal automatização irá equilibrar o problema de falta de mão de obra, assim como possibilitará que a equipe de colaboradores esteja livre para produzir mais rápido, cometer menos erros e com menos sacrifícios, podendo investir tempo em tarefas que necessitam mais da habilidade e da criatividade humana.

A tecnologia ficou extremamente complexa com a utilização da nuvem, da Internet das coisas, da Inteligência Artificial e das integrações entre aplicações, entre outras ferramentas.  Hoje gasta-se muito tempo para resolver problemas de tecnologia, enquanto sobra pouco tempo para atuarmos na solução do negócio. Com a automatização, essas dificuldades diminuiriam e a entrega dos serviços e dos produtos para o cliente seria mais rápida, com maior qualidade, segurança e com foco muito mais nas suas necessidades de negócio.

Resolver essa questão também vai evitar que a área de TI fique estagnada e impossibilitada de avançar, além de possibilitar que nossos profissionais se desenvolvam profissionalmente e tenham maior qualidade de vida.

O caminho é continuar investindo em pessoas e acelerar a automatização da TI. Isso é uma necessidade para ontem. Vamos nos transformar em um negócio realmente de tecnologia e não somente de entrega de tecnologia. Comecemos já nossa Transformação Digital.

*Marcel Pratte é CEO da Viceri-Seidor, empresa de Tecnologia da Informação que há mais de 31 anos atua no desenvolvimento de software customizado, consultoria e produtos digitais. A Viceri-Seidor faz parte do Grupo Seidor, multinacional europeia de tecnologia e inovação com mais de 40 anos de atuação.

Fique por dentro de tudo que acontece na Viceri-Seidor

Assine a nossa Newsletter

Ao enviar este formulário, declaro que li e aceito a Declaração de Privacidade da Viceri.

Mais Insights.

Fale com a Viceri-Seidor.

Leve a revolução digital para a sua empresa hoje mesmo.

Onde estamos.

São Paulo
Belo Horizonte
Rio de Janeiro
Porto Alegre
Vila Velha
Goiânia
Jundiaí
Recife
Ribeirão Preto
Florianópolis
Curitiba

Tem alguma dúvida?

Entregamos muito mais que soluções tecnológicas, nós entregamos o valor real que o seu negócio precisa em toda nossa relação.

Faça parte.

Nós movemos o mundo junto com nossos talentos. Venha ser parte dessa transformação.